Em uma esfera de senso comum muito se utiliza os dois termos como sinônimos. Entretanto, por mais que se assemelhem, possuem particularidades que apresentam diferenças entre eles.

Os Direitos Fundamentais ,são direitos inerentes ao homem que estão positivados na Constituição Federal de 1988.Abordam, principalmente sobre liberdade e igualdade; segundo o Artigo 5º da carta magna.

Art. 5º – Dos Direitos Fundamentais

Art. 5º. Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

 

I – homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações, nos termos desta Constituição;

 

II – ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei;

 

III – ninguém será submetido a tortura nem a tratamento desumano ou degradante;

 

IV – é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

 

V – é assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo, além da indenização por dano material, moral ou à imagem;

 

VI – é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias; […]

 

Os Direitos Humanos, positivam basicamente os mesmo princípios que os Direitos Fundamentais, todavia, estão atrelados ao âmbito do Direito Internacional, com os tratados internacionais e a Comissão dos Direitos Humanos, a qual o Brasil faz parte. Ou seja, em um plano internacional.

(Fonte : https://jus.com.br/artigos/53307/diferenca-entre-direitos-humanos-e-direitos-fundamentais ).

 

 

Comentários do Facebook